Como o Ambiente Escolar pode Influenciar no Aprendizado

Oferecer uma infraestrutura adequada impacta diretamente no processo de ensino-aprendizagem no ambiente escolar.

Além da qualidade de ensino, você já parou para pensar quais fatores são decisivos na hora de escolher uma escola infantil? Embora pareça irrelevante, a infraestrutura é capaz de tornar o ambiente escolar um lugar poderoso para o pleno aprendizado.

O espaço físico deve ser analisado minuciosamente, afinal, trata-se do local de convívio diário onde as crianças passam a maior parte do tempo. Por isso é fundamental considerar requisitos que vão além da estética.

Nesse conteúdo, iremos mostrar a importância do ambiente escolar no processo de aprendizagem dos pequenos. Vamos lá?

Como a infraestrutura influencia no ambiente escolar

É na educação infantil que a criança começa a desenvolver sua personalidade e capacidade de questionamento. E a escola passa a ter um papel essencial nesse processo.

Quando a criança tem acesso a um ambiente escolar bem planejado, organizado e conservado, ela é estimulada de forma positiva. Isso impacta diretamente no seu rendimento e desempenho.

O primeiro passo é criar um espaço agradável e funcional com itens básicos para o seu funcionamento da escola também, como: água, energia elétrica, manutenção e limpeza, sala de aula confortável com mobiliários adequados e de boa qualidade.

Além disso, as áreas internas de uma escola devem ser distribuídas em um ambiente social com apoio didático-pedagógico, como: brinquedoteca, parque infantil, quadra esportiva, área de lazer, biblioteca e recursos tecnológicos.

A comprovação de que uma estrutura adequada contribuir efetivamente no aprendizado

De acordo com o estudo realizado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a performance dos alunos que estudam em ambientes com boa infraestrutura é superior ao dos que estudam em instituições que não possuem um ambiente escolar adequado.

A pesquisa, denominada “Infraestrutura Escolar e Aprendizagens da Educação Básica Latino-Americana”, mostra que os alunos poderiam subir as médicas de 506 pontos em provas de linguagens e 497 pontos em matemática para 525 e 524 pontos, respectivamente, caso tivessem condições melhores estruturais.

No Brasil, menos de um terço das instituições de ensino possuem salas com computadores aos alunos e menos de 10% das escolas oferecem laboratório de ciências.

Desse modo, compreendeu-se que a falta de estrutura pode comprometer o rendimento dos alunos. Isso vale tanto para os pequenos do ensino infantil, quanto aos jovens do ensino médio.

O ambiente escolar ideal existe?

Tomar a decisão por qual colégio matricular o filho, pode ser um desafio e tanto. Mas antes de qualquer coisa, é preciso conhecer a estrutura física e entender a metodologia de ensino adotada pela instituição.

Com os recursos necessários dispostos aos alunos é possível proporcionar uma adaptação mais agregadora no processo de aprendizagem. Porque é nesse período, que as crianças começam a desenvolver o seu convívio social.

Outro ponto importante é entender a política geral da instituição, focar em outros aspectos também. Exemplos disso são: a forma que o educador trabalha, como será a rotina da criança dentro da escola, o planejamento pedagógico e outros fatores pertinentes.

Investir em uma estrutura adequada na escola é incentivar o conhecimento. E as escolas que proporcionam isso, ganham o benefício de fazer com que a criança se sinta confiante e segura para aprender, criar, imaginar e se relacionar com as pessoas ao seu redor.

Conheça o Exclusive Space PEN Life: Um novo conceito de estrutura educacional!

Na PEN Life, o ambiente escolar é compreendido como uma possibilidade de educação dos sentidos e otimização do processo ensino-aprendizagem.

São mais de 30.000 m² de espaços projetados para promover uma rica diversidade de ambientes de aprendizagem e convivência. Neles, são disponibilizados:

  • Salas de aula Multimodais
  • Complexo esportivo
  • Complexo cultural
  • Teatro
  • Parques e espaços de interação ao ar livre
  • Bosques e fazenda orgânica.

Após a conclusão do período regular, os alunos podem ter a oportunidade de agregar outras atividades nas áreas acadêmica, esportiva, artística, cultural e tecnológica, no programa After School.

Proporcione o melhor para o seu filho em nosso ambiente escolar, projetado especialmente para o Ensino infantil, fundamental e médio.

Entre em contato com a nossa equipe e conheça mais nossa instituição!

Objetivos Fundamentais da Educação Infantil

Conheça os princípios que integram a Educação Infantil para a formação de excelência da criança.

A educação infantil possui grande importância no processo de formação da criança. Marca o início de uma jornada pautada em uma boa educação e construção de caráter.

Na educação infantil, o sentido criativo à aprendizagem é explorado por meio de uma rotina de atividades que estimulam o brincar, expressar, conhecer-se, participar e conviver em harmonia.

É nessa fase que crianças de 0 a 5 anos começam a desenvolver aspectos físico, psicológico, motor, social e emocional.

Mas você deve estar se perguntando quais são os reais objetivos da Educação Infantil para o desenvolvimento integral da criança. A gente vai te explicar tudo, acompanhe!

O que é Educação Infantil?

A educação infantil é a primeira etapa da educação básica. O principal objetivo é potencializar a capacidade intelectual, cognitiva e social das crianças de zero a três anos.

É na educação infantil que os alunos em idade pré-escolar entre quatro a seis anos de idade aprendem a trabalhar a autonomia para interagir, questionar, comunicar-se, resolver problemas e refletir.

O mais interessante de tudo isso é a chance do próprio indivíduo construir seu conhecimento através de um aprendizado natural das linguagens oral e escrita, em dinâmicas que proporcionam alegria e prazer.

Essa etapa educacional também é desenvolvida nas creches, com crianças de 0 a 3 anos e comumente, na pré-escola.

A matrícula na educação infantil é obrigatória para crianças a partir de quatro anos, – seja em instituições públicas ou particulares – após a última alteração da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), realizada em 2013.

O Processo de Ensino-aprendizagem na Educação infantil

As experiências de aprendizagem promovem a construção de significados sobre si, sobre os outros, sobre o mundo social e o natural, assegurando a estruturação do trabalho pedagógico em cinco campos de experiências:

  • O eu, o outro e o nós;
  • O corpo, gestos e movimentos;
  • Traços, sons, cores e formas;
  • Escuta, fala, pensamento e imaginação;
  • Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações.

Por meio de atividades recreativa e dirigida, é possível trabalhar  competências como: habilidades artísticas, corporais e artísticas; bem como o equilíbrio, a concentração, a atenção, a criatividade e autonomia.

Além disso, torna-se fundamental estimular a afetividade, consciência de preservação ambiental, empatia, ética, respeito e outros valores que integram uma cidadania justa e consciente.

Objetivos Fundamentais da Educação Infantil para a Formação da Criança

O aproveitamento das disciplinas aplicadas dentro e fora da sala de aula, precisa estar complementando a ação da família e da comunidade para que haja um progresso contínuo na vida da criança.

Confira a seguir os principais objetivos da Educação Infantil:

  • Utilizar as diferentes linguagens (corporal, musical, plástica, oral e escrita) ajustadas às diferentes intenções e situações de comunicação, de forma a compreender e ser compreendido, expressar suas ideias, sentimentos, necessidades e desejos e avançar no seu processo de construção de significados, enriquecendo cada vez mais sua capacidade expressiva;
  • Fortalecer a autoestima e ampliar as possibilidades de comunicação e interação social entre os vínculos afetivos com adultos e crianças;
  • Desenvolver uma imagem positiva de si, de forma mais independente e confiante em suas capacidades e limitações;
  • Estabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais, aprendendo aos poucos a articular seus interesses e pontos de vista com os demais, respeitando a diversidade e desenvolvendo atitudes de ajuda e colaboração;
  • Explorar sua curiosidade com o ambiente, percebendo-se cada vez mais como integrante, dependente e agente transformador do espaço e valorizando atitudes que contribuam para sua conservação.

Educação no Brasil

O sistema nacional de educação é fundamentado na Constituição Federal, sendo um direito de todos os indivíduos.

O Governo Federal, junto ao Ministério da Educação, empregam responsabilidades dos municípios, estados e o Distrito Federal em garantir o pleno desenvolvimento do indivíduo, prepará-lo para o exercício da cidadania e qualificá-lo para o mercado de trabalho.

Como indicador de performance, o Censo Escolar atua como um instrumento de informações da educação básica e o mais importante levantamento estatístico educacional brasileiro nessa área.

Dessa forma, o Censo abrange diferentes etapas e modalidades da educação básica e profissional: o ensino regular – educação infantil, ensino fundamental e médio – e vertentes de cursos técnicos, de formação inicial continuada ou qualificação profissional.

Mas Afinal, o que é um Projeto de Educação Infantil?

De modo geral, o projeto de educação infantil é um meio de estimular a participação ativa dos alunos no processo de aprendizagem.

A elaboração do documento pode ser feita em consenso com a coordenação, professores habilitados e outros educadores.

Definido o tema do projeto, é hora de especificar os objetivos de acordo com a faixa etária para cada turma de alunos.

É Preciso Alinhar-se às Diretrizes da BNCC!

A versão atual do documento conhecido como Base Nacional Comum Curricular (BNCC), traz algumas mudanças para a educação infantil.

Entre as quais, está o adiantamento da alfabetização e o alinhamento correto na produção dos materiais didáticos escolares com as atuais diretrizes.

Desta forma, garante-se uma formação acadêmica forte e sem lacunas, num movimento dinâmico, integrado e progressivo.

Portanto, fica compreendido que a educação infantil é um direito humano e social de todas as crianças de até seis anos de idade.

Sem qualquer tipo de preconceito ou distinção decorrente de características físicas, étnicas, origem geográfica, classe social e outros pontos que devem ser normalizados pela sociedade.

Só com a educação é possível mudar o mundo!